10/09/2013

Subversão ideológica = Guerra psicológica = Medidas ativas

Excertos de uma entrevista com Yuri Alexandrovitch Bezmenov, um ex-agente do KGB que desertou, arriscando a vida

Yuri Bezmenov - «O que significa, basicamente, é mudar a perceção da realidade (...), a tal ponto em que, apesar da abundância de informação, ninguém é capaz de chegar a conclusões razoáveis no interesse de se defender a si mesmo, às suas famílias, à sua comunidade e ao seu país. É um grande processo de lavagem cerebral, que anda bem devagar. (...)

Noutras palavras, ideologia marxista-leninista vai sendo injetada nas cabeças moles de pelo menos 3 gerações de estudantes (...), sem ser contestada ou contrabalançada pelos valores básicos do (...) patriotismo (...)

A maioria das pessoas que se formaram nos anos 60, desistentes ou intelectuais de miolo mole, está agora a ocupar as posições de poder no Governo, funcionalismo, negócios, comunicação social, sistema educativo. (...) Eles estão contaminados, estão programados para pensar e reagir a certos estímulos, a um certo padrão. Você não consegue mudar as ideias deles, mesmo se os expuser a informação autêntica; mesmo que prove que branco é branco e preto é preto, não consegue mudar a perceção básica e a lógica de comportamento. (...) [Com] essa gente, o processo de desmoralização é completo e irreversível. Para livrar a sociedade dessa gente, precisa de outros 20 ou 15 anos para educar uma nova geração de gente de mente patriótica e bom senso que agiria em favor de e pelos interesses da sociedade (...).»


Sem comentários:

Publicar um comentário